top of page
  • Foto do escritorEquipe Artistas Latinas

Nádia Taquary apresenta exposição individual "Ònà Irin: caminho de ferro” no Rio de Janeiro

Mostra faz parte do programa de exposições do Museu do Arte do Rio e fica em cartaz até janeiro de 2024

foto: cortesia Museu de Arte do Rio | fotógrafo Thales Leite

Com uma pesquisa que perpassa a força e a beleza da joalheria afro-brasileira e das questões da ancestralidade, a artista baiana Nádia Taquary inaugurou, no último dia 28 de outubro, a sua primeira exposição individual no Museu de Arte do Rio. A mostra “ Ònà Irin: caminho de ferro” está em cartaz no Museu de Arte do Rio - MAR e celebra o sagrado. A poética da artista faz uma projeção sobre as jóias de crioulas através de esculturas, objetos-esculturas, instalações e videoinstalação.

A mostra conta com a curadoria da equipe do Museu de Arte do Rio e do artista e curador baiano Ayrson Heráclito. “A gente faz uma espécie de apanhado da carreira da artista, com obras de várias épocas. Mas também teremos peças inéditas. Quem nunca viu o trabalho da Nádia Taquary vai encontrar essa joalheria afro-brasileira com escala alterada, verá as personagens que estão ligadas às tradições nagô e yorubá e encontrará esculturas de mulheres aladas, mulheres pássaro. Existe o lugar da fábula nessa exposição, onde você vai encontrar corpos em metamorfose. Então, é uma exposição individual de uma artista com uma trajetória já consolidada e que também vai ter muita surpresa para o público com a manufatura das obras. São esculturas muito manufaturadas, com miçangas, búzios e pratarias. Com certeza é um lugar de muito encanto”, revela Marcelo Campos, curador-chefe do MAR.

A exposição “ Ònà Irin: caminho” ressalta a missão do MAR em abrir o espaço museal para a arte brasileira contemporânea produzida por mulheres. “O Museu de Arte do Rio é um espaço amplo e plural e receber a primeira exposição individual institucional de Nádia Taquary é promover o protagonismo feminino nas artes visuais. Sabemos que a produção artística de Nádia Taquary celebra a cultura afro-brasileira, e suas criações transitam entre o passado e o presente, reverberando no público a questão da ancestralidade”, afirma Leonardo Barchini, Diretor e Chefe da Representação da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) no Brasil, instituição que faz a gestão do MAR.



Vistas da exposição - fotos cortesia Museu de Arte do Rio | fotógrafo Thales Leite



Serviço

EXPOSIÇÃO: “Ònà Irin: Caminho de ferro” - Nádia Taquary

Local: Museu de Arte do Rio (MAR) Praça Mauá, 5 - Centro, Rio de Janeiro

Visitação até 21 de janeiro de 2024

Local: Museu de Arte do Rio – MAR

Endereço: Praça Mauá, 5, Centro

Sala: 2º andar

Horário de funcionamento:

De Terça-feira a domingo

Venda de Ingresso na bilheteria e/ou totens: 10h30 às 17h

Visitação ao pavilhão de exposições: 11h às 18h (última entrada às 17h)

Valor do Ingresso Inteira: R$ 20,00; Meia-entrada: R$ 10,00

Formas de pagamento: Cartões de crédito ou débito.

Informações de gratuidade:

8 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page