Bárbara Milano

BRASIL

1987

Fruto entre o preto, o branco e o ancestral da terra, Xucuru, de Pindorama. Nascida em Piracicaba, onde passa um rio... Vive e produz a partir da cidade de São Paulo e itinerâncias. A costura entre diferentes linguagens desafia a forma – do corpo como ato [performatividade] à fotografia como registro silencioso. Os trabalhos abordam questões de identidade; ancestralidade; espiritualidade e gênero. Seu corpo é suporte de vivências imateriais.

Atualmente é mestranda em Artes pela UNESP-SP com o projeto FOTOGRAFIA RITUAL; Pesquisadora no grupo de pesquisa cAt (ciência/Arte/tecnologia) IA-Unesp/CNPq; Residente do ateliê de Artemídia (fotografia) pelo programa L.O.T.E.. E integra o coletivo Nacional TROVOA, participando do Viewing Room SP-Arte e SP-Foto 2020. Em 2021 têm sua primeira individual pela OC Alfredo Volpi: MATERNAGEM; com participação de sua mãe, Nazaré Soares, e Mônica Ventura, como artistas convidadas; texto curatorial por Renata Felinto. E compõe a Pivô Pesquisa com a curadora Catarina Duncan.

Bacharel em Artes Visuais pela UNESP-SP (2015). A conclusão do curso marca o início de seu processo com outras linguagens e produção com outres artistas/pessoas: uma residência no campus para a construção de uma kombi/casa, obra relacional, DISPOSITIVO EM MOVIMENTO (2014). Em 2018 conhece o Piauí para a realização das residências: Nove, de Francesca Lazzeri e Demolition Incorporada, de Marcelo Evelin, no CAMPO Arte Contemporânea, na capital Teresina; onde inicia sua pesquisa ritual BATE-FOLHA. Em 2019 apresentou o trabalho de performance MÃE, atuando com sua mãe em uma ação na coletiva LAVRA 2019, que ocupou a Praça Tiradentes pelo Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica (Rio de Janeiro-RJ). Expondo o registro do trabalho no ano seguinte, na LAVRA 2020, CMAHO (RJ).

Concomitante ao seu processo, trabalha em parceria com outres artistas no desenvolvimento e [feitura] de projetos. Atua em oficinas e workshops como arte/educadora sobretudo no campo da fotografia.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: