Adalgisa Campos

BRASIL

1971

Adalgisa Campos é artista visual, nascida em São Paulo em 1971. Graduada em Arquitetura pela FAUUSP em 1993 e pós-graduada em Pesquisa Cromática pela École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs (Paris) em 1996, cursou artes visuais na Universidade de Paris VIII entre 1997 e 1998 e obteve em 2012 o mestrado em Artes pelo Instituto de Artes da UNICAMP.
Desenvolve, ao longo dos últimos 20 anos, trabalhos em que o desenho constitui o eixo estrutural. Sob a forma de obras sobre papel, desenhos digitais, animações, vídeos, performances ou instalações, o desenho comparece como modo operacional, primordial (disponível, como a fala, desde a primeira infância); transparente (prescindindo de segredos técnicos e de ferramentais específicos), ficcional (justapondo espaços e tempos diversos, somando grandezas de diferentes naturezas), transcendente (significando passagem/presença/ação) e relacional (ferramenta de contato, partilha e construção de campo comum).
Participou de exposições, performances e residências no Brasil, França, Alemanha e Canadá: Território Cinza, residência ao lado de Suiá Burger Ferlauto – Oficinas Culturais Oswald de Andrade – SP (2019); Est-Nord-Est – Saint-Jean-Port-Joli, Québec, Canada (2018); Casa Cidade Mundo - Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica - RJ (2015); Adalgisa Campos: Conjunto Discreto na Galeria Virgílio, SP (2013); Ping Pong - Adalgisa Campos e Suiá Burger Ferlauto nas Oficinas Culturais Oswald de Andrade, SP (2013); Conjunto Discreto na Galeria do Instituto de Artes da UNICAMP (2012) etc.
Dedica-se desde 1998 ao ensino de artes em diversas frentes, tendo sido diretora da Divisão de Ação Cultural e Educativa do Centro Cultural São Paulo e docente em instituições de ensino superior de artes visuais e arquitetura em São Paulo. É proprietária, juntamente com Paulo Camillo Penna, da Casateliê, espaço independente de produção, publicação, ensino e venda de arte fundado em São Paulo, em 2005, onde propõe aulas de desenho e acompanhamento de trabalho poético.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: