Ana Dalloz

BRASIL

1984

Trabalha com fotografia, objetos, instalações e texto. Para ela, tornar-se mãe é uma revolução. A partir de suas vivências com a maternagem aborda em seus trabalhos os silêncios, abismos e solidões.
Possui como inspiração os movimentos artísticos feministas iniciados a partir de 1970 e as artistas Louise Bourgeois e Yoko Ono.
Dentre as suas conquistas destacam-se: a residência autogerida Artist Residency in Motherhood, 2020; a exposição individual “O mundo do silêncio” em 2018 na Galeria Oriente, RJ; o Prêmio Honra ao Mérito Arte e Patrimônio - Ministério da Cultura, Paço Imperial e IPHAN, com o projeto coletivo do Ateliê Oriente “Caminhos Cruzados”, em 2013; e a residência artística no México pelo Programa de Residencias Artísticas para Creadores de Iberoamérica y de Haití en México, em 2009.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: