Astrid Torres

GUATEMALA

1995

Astrid Torres é uma artista visual e ilustradora formada em desenho gráfico pela faculdade Rafael Landivar, localizada na cidade da Guatemala. Sua informação teve um grande impacto na sua carreira, tendo em vista as possibilidades que as ferramentas digitais traziam para ela na época da faculdade, tendo em vista as ramificações que veio a ter contato no ramo da arte.
A partir de todos os bancos de imagens que a internet oferece e disponibiliza, a artista criou colagens digitais inspiradas nas ilustrações de jovens na época Vitoriana, assim como também é influenciada pela literatura romântica do começo do século XIX e dos anos 1960, misturado esse conteúdo com imagens da flora silvestre que remetem à um sentimento de nostalgia.
A artista realiza obras baseadas na intuição artística, seja pela seleção das imagens ou na seleção das cores, logo criando uma leitura imagética que incorpora com poesia. Em algumas obras, ela integra um bordado muito sutil entre as colagens, acrescentando uma textura muito própria associada à fragmentos de alguns poemas inspirados e escritos por sua irmã, assim como também do livro A Sagrada Família da autora Gloria Hernandez.
Suas colagens a levaram a participar de diferentes projetos, como a Annual Collage Collective Co. na Austrália (2016). Participou de revistas como a Oprah Magazine (2017) e a revista La Peste do México (2019). Tem sido apresentada em espaços culturais como a Galeria Aberta (2017) e Santo Espirito (2018) na Antígua, Guatemala. Nos últimos anos tem explorado outras técnicas têxteis como o punch needle, instrumento que faz parte do bordado manual, criando texturas na superfície do tecido, estabelecendo uma pequena fuga do figurativo, algo ainda presente em suas colagens.
Atualmente, a artista testa as possibilidades que o bordado pode trazer na fotografia e estuda uma extensão em Curadoria e Museografia na faculdade Da Vinci, situada na cidade da Guatemala.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: