Berna Reale

BRASIL

1965

Berna Reale trabalha com instalações e performances. Estudou arte na Universidade Federal do Pará e participou de diversas exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior, bem como nas bienais : Bienal de Veneza “É tanta coisa que nem cabe aqui”, representação brasileira na 56 a Bienal de Veneza (Itália), 2015; Third Beijing Photo Biennial CAFA art Museum – Beijing Set-2018; Please Come Back, MAXXI (Roma, Itália),2017; 34 o Panorama da Arte Brasileira (São Paulo, Brasil), 2015; Artists Engaged? Maybe, Gulbenkian (Lisboa, Portugal), 2014; Foto Bienal Masp, MASP (São Paulo, Brasil), 2013; Bienal de Fotografia de Liège (Bélgica), 2006; Bienal de Cerveira (Vila Nova de Cerveira, Portugal), 2005.
Apresentou as individuais : “GULA” - Galeria Nara Roesler 2018; “Eccoci!”, projeto de intervenção urbana realizado em 2015 em Veneza (Itália); “ Uber uns” – Kunsthaus em Wiesbadem Alemanha 2017; “Deformation" Bergkirche em Wiesbadem Alemanha 2017; “Vão” – CCBB em São Paulo 2017; “Vapor”, em 2014 na Galeria Millan (São Paulo, Brasil), e “Vazio de Nós”, em 2013 no MAR – Museu de Arte do Rio (Rio de Janeiro, Brasil). Dentre as coletivas, destacam-se : “Singularidades/Anotações – Rumos Artes Visuais 1998-2013”, Itaú Cultural (São Paulo, Brasil), 2014; “Amazônia – Ciclos da Modernidade”, Centro Cultural Banco do Brasil (Rio de Janeiro, Brasil), 2012; “From the margin to the edge”, Somerset House (Londres, Inglaterra), 2012.
Foi contemplada pela 5 a edição do Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas (2015) e recebeu o Grande Prêmio do Salão de Arte Pará (Belém, PA, 2009). Foi selecionada para duas edições do Rumos Visuais – Itaú Cultural (2011 e 2013/14), na última delas com o projeto “Precisa-se do Presente”, realizado nos países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), em 2015. Finalista do PIPA 2013. Vencedora do PIPA Online 2012. Indicada ao PIPA 2014 e 2019.
Problemáticas concernentes a relações de poder e seu potencial de engendrar violência têm sido, nos últimos anos, o seu grande foco de atenção. Em 2010, Reale tornou-se perita criminal do Centro de Perícias Científicas do Estado do Pará e vive de perto as mais diversas questões de delito e conflitos sociais.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: