Catalina Covacevich

MÉXICO

1993

Catalina Covacevich é uma artista visual formada em filosofia pela Université Jean Moulin Lyon III, situada na França (2014), e formada em Artes Visuais pela Faculdade Belas Artes de São Paulo, Brasil (2018). Sua trajetória artística começa em um contato desde cedo com as artes, uma vez que cresceu em uma família que tem atuado em diferentes frentes dentro da cultura, arte e cinema no México e Chile.
As técnicas com as quais mais se identifica são a colagem e a performance, porém a artista possui obras que oscilam entre a pintura, fotografia e instalação. A pesquisa artística, como técnica, ocorre conforme sua necessidade de tratar um tema. Nas colagens, permanece a manipulação das imagens que retratam a comparação das culturas, momentos históricos, justapondo uma realidade atual mundial - como a desigualdade social.
Na elaboração de suas performances, a artista faz uma série de pesquisas até chegar a delimitação da ação com a qual personificará seu propósito em matéria, trabalhando com movimentos repetitivos que levam ateéa exaustão, como na sua obra mais recente chamada “177”, performance realizada ao vivo na exposição Á I’Ombre Des Urbanités, no Instagram @lesnouveauxcollectionneurs, em Paris. Nela, a artista lava 177 panos por hora ate chegar nas 10 horas de duração do trabalho, tendo como principal finalidade apontar a violência domestica dentro da quarentena no Brasil.
Suas obras retratam questões sobre o sentido de pertencimento, migração, problemáticas geopolíticas e sociais. Catalina tem participado de exposições como Resistências na Galeria Recorte (Brasil) e internacionalmente na exposição Cosmovisão Feminina no Centro Criativo Capiusa (Guatemala).
Atualmente reside e trabalha em São Paulo - Brasil, focando seu trabalho nos eventos atuais associados à pandemia.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: