Fernanda Lazzarini

BRASIL

Artista Visual, mestre (2017) e formada pela Unicamp (2008). Exposições coletivas: Habitat, Projeto RUA (Ruídos Urbanos Amplificados) trabalho de intervenção na fachada do Ateliê Aberto (Campinas, 2011); entre_linhas no MAC-Campinas (2008); Salão de Artes Plásticas de Praia Grande (2012); Salão de Artes Visuais de Vinhedo (2015); A Ilha, Galeria Marta Traba, Memorial da América Latina (2013). Exposições individuais: Paisagens Imaginantes-Devaneios da matéria, Carimbo (2016) e Paisagens Imaginantes, Rabeca Cultural, 2017, ambas em Campinas-SP. Residência Artística, Associação Arkane (Marrocos, 2018).
"Desenvolvo a minha pesquisa artística em pintura desde 2008. No início e por muitos anos ela foi referenciada por artistas homens, como Wassily Kandinsky e outros da abstração gestual, como Mark Rothko. A abstração sempre me interessou e ainda faz parte do processo de construção das imagens pintadas. Em 2018 a pesquisa começou a mudar de foco, migrando para o universo feminino, e a representação de plantas, suas formas, espaços, com interesse na sutileza, delicadeza e força das plantas. A pesquisa passou a ter o foco na intimidade da vida cotidiana, nas plantas que me cercam, que vejo crescer.
A partir de 2019, em residência artística no Marrocos, grávida, minha pesquisa artística se voltou completamente para o universo feminino, para a potencialidade da mulher de gerar vida dentro de si, parir, transformar-se nesse processo, assim como na ligação ancestral do feminino com as plantas e os seus diversos usos, e as deusas ancestrais nas sociedades matriarcais. A imagem da pélvis passou, desde então, a ser recorrente em meu trabalho e representa este espaço de potência, acolhimento, geração de vida, de transformação de espírito em matéria, nascedouro. Representa o espaço da força primordial feminina."

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: