Lucy Argueta

HONDURAS

1983

Nasceu em La Paz. Honduras. Atualmente, ela vive e trabalha na Colômbia.
O trabalho de Argueta explorou nos últimos anos as relações implícitas entre os objetos que ele coleciona e seus meios de circulação nos mercados de segunda mão, ou sua qualidade como um objeto "pirata" intimamente associado ao mercado negro e ao contrabando.
Embora seja verdade, essas relações manifestas entre valor de uso e valor de troca não aparecem como elementos importantes no tratamento de Argueta às suas imagens, se o fato de que, como bens extraídos de seu ambiente habitual de circulação, é muito concreto , reintroduzida e ressignificada no espaço do sistema de arte, obedece a uma estratégia de reprogramar o mundo das coisas para nos contar outras histórias profundamente ancoradas no espaço social, no campo de desejos e fantasias que ao final dos dias compõem isso: uma fantasia sobre um conceito de glamour e a fenomenologia da aparência com a qual os sujeitos comuns só podem aspirar a sonhar.
Em alguns de seus primeiros projetos, Lucy Argueta explorou uma diversidade de ideias ligadas à noção de memória e as narrativas poéticas de objetos e roupas, elemento presente até agora em suas instalações, fotografias e caixas de luz. Com essa abordagem, a artista nos conta sobre uma série de valores profundamente enraizados na sociedade contemporânea, mas vistos através de uma lente localizada no contexto da periferia, longe do show business e do mundo de fantasia da sociedade contemporânea, celebridades e grandes marcas, para revelar, uma dose sutil e irônica de realidade.
Seu trabalho fez parte de várias exposições na Guatemala, Honduras, El Salvador, Panamá, Nicarágua, Costa Rica, Colômbia, EUA e França.
Argueta desenvolveu vários projetos como artista e no desenho de programas de educação alternativa nas práticas artísticas contemporâneas na América Central e atualmente na Colômbia.
Atualmente, é co diretora do programa ARTBO Tutor da Câmara de Comércio de Bogotá.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: