Margarita Figueroa

GUATEMALA

1990

Margarita Figueroa é artista visual. Possui graduação em Bacharelado pela Escola Nacional de Artes Plásticas Rafael Rodríguez Padilla com especialização em desenho (2011). É professora de cursos em artes plásticas (2012), assistente de impressão na Taller Experimental de Gráfica na Guatemala (2013), associada desde 2020. A artista cria suas obras a partir de problemas sociais e crítica às diferentes instituições que justificam a violência contra a mulher, com comentários machistas como "Não era hora", "Saber o que ela estava fazendo", "Ela pediu", "E como ela vestia?" realizando uma série de obras titulada Me Cuidan Mis Amigas (2020) uma série de 7 transfers com intervenção a lápis e aquarela que evocam esses comentários machistas colocados nas gravuras das unidades da Polícia Nacional Civil, entre outras instituições da Cidade da Guatemala.

Na obra Poemas de Amor (2019) realizada a partir de diversas transmissões em um site de Webcam Girls, a artista reúne os comentários dos observadores e os transforma em uma coleção de poemas, mantendo a edição kitsch do site. Outra obra que segue a mesma linha de experimentação entre pornografia e arte conceitual é Cuaderno de Sushi (2019) em que a artista traduz o vídeo pornográfico para uma linguagem pictórica, desenhando as cenas com lápis, questionando até que ponto uma ação é arte ou não; mudar um vídeo pornográfico para uma linguagem considerada artística dentro da academia torna uma peça uma obra de arte? Cuatro Casas (2018) é um estudo do espaço onde a artista compara os diferentes tamanhos em relação aos objetos encontrados em todas as casas que habitara por meio de desenho técnico com as dimensões de uma escrivaninha, uma mesa, um guarda-roupa e um sofá, repensando a organização desses mesmos objetos, mas em locais diferentes. Atualmente, as diferentes mudanças de casa pelas quais passou nos últimos anos despertaram seu interesse em analisar cada espaço vivido, relembrando-o através da performance.

A artista já participou de diversas mostras artísticas, como: Time / Space, Extra Gallery, Guatemala (2019). Imagem inquieta: O charme discreto da realidade, Museu de Arte e Design Contemporâneo da Costa Rica, MADC (2019). Des-Drawing, Extra Gallery (2018). Residência Artística, 1001 Noites, Guatemala (2018). Sumarte, Leilão de Arte, Museu de Arte Contemporânea de San Salvador (2017). Acts of Aggression: An Exhibition about community, Dallas, Texas (2017). Juannio, Leilão de Arte Latino-americana, Museu Ixchel (2017). Tegg, 10 anos de Gráfica, Guatemala (2017). Grafica 2017, Trama Gallery, Guatemala (2017). De uma certa maneira, Basement 1, Guatemala (2016). Prêmio: Prêmio Único Rodolfo Molina, SUMARTE, Leilão de Arte, Museu de Arte Contemporânea de El Salvador, (2017).

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: