Mayara Velozo

BRASIL

1993

Mayara Velozo tem 27 anos e é moradora do Morro do Salgueiro, Tijuca zona norte do Rio de Janeiro. Cursa História da Arte na UERJ. É artista visual e poeta .
Suas experiências artísticas permeiam entre performance ,fotoperformance, videoperfprmance, poemas e videoinstalação. Recentemente tem se aventurado em pesquisas escultóricas. Os seus projetos artísticos vem de uma pesquisa que fala sobre construção, e de uma poética do ato de concertar com os outros e consigo. Da sua casa e do lugar onde convive e aborda uma construção pessoal e coletiva. Das lembranças e memórias que por muito tempo se passaram despercebidas. Mayara fez parte do Coletivo Xica Manicongono no qual andava de modo itinerante pelo centro do Rio recitando poemas e vendendo cordéis. Participou da Exposição ‘’Os corpos são as Obras’’ na Despina, participou do programa de Residência da OIKABUM Lab no qual culminou na mostra ‘’ VMLH - Viemos Mostrar Lindas Historias ‘’NO Morro DO Salgueiro tendo sido como primeira mostra de Arte e Tecnologia da comunidade onde reside. Mayara faz parte do Coletivo Trovoa desde 2019, estreando na Exposição ‘’ Noite ‘’ com curadoria de Keyna Eleison e recentemente, fez parte do corpo de artistas visuais integrantes da Residencia CAPACETE + MAM com curadoria de Camila Rocha Campos e Raquel Barreto.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: