Mila Kichalowski

BRASIL

1983

Começou a fotografar em 2017 acompanhando o crescimento dos seus filhos em casa após o o pai deles receber o diagnóstico de um câncer terminal. Durante 3 anos registrou seu convívio com as crianças e isso virou livro.
Sou formada em Fotografia Profissional pela Escola Câmera Criativa e Graduanda em Jornalismo. Premiada nos maiores concursos de fotográficos do país como Outstanding Maternity, FineArt Association, Inspiration Photographers, Amarelos e PrimePhoto Association. Além de ter fotos no catálogo da Vogue Itália e Documentary Family Photographers, o maior grupo de fotografia de família do mundo. Atualmente trabalha como fotógrafa de família e todos seus ciclos e composições juntamente com a arte visual.
Em 2020 participou do projeto Floripa Anônima com a coordenação de Renata Gordo e Sofia Luz. Um compilado de obras de inúmeros fotógrafos de Florianópolis que mostram através de imagens em preto e branco o lado B da capital turística e badalada. Todo o trabalho virou um livro com registro no ISBN. No ano de 2021 foi selecionada para fazer parte da exposição coletiva internacional Transforming Perspectives da Documentary Family Photographers Worldwide o maior diretório de fotografia de família do mundo. Foi contemplada no mesmo ano pelo edital Elisabete Anderle para compor a residência artística na Fundação Cultural Badesc juntamente com outros 9 artistas de Santa Catarina. A curadoria e a orientação de Alexandre Sequeira e mentoria de Ana Sabiá. Nessa exposição coletiva, aborda sobre o luto dos seus dois filhos após a perda de um pai através de imagens subjetivas que podem interpretar ausência ou presença ou os dois.
Em 2021 também lancei meu primeiro livro "Nós" pela Editora Origem e registro na ISBN. Uma obra que mostra os grandes laços e nós que nos transformam através da perda precoce de um pai e companheiro.
Busca na fotografia a cura para dores ao mesmo tempo em que mostro a visceralidade da vida através das minhas lentes.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: