Patricia Gouvêa

BRASIL

1973

Patricia Gouvêa trabalha com fotografia, vídeo e intervenção urbana. Sua pesquisa tem como um dos principais eixos a expansão das temporalidades da imagem. Especialista em Fotografia e Ciências Sociais (UCAM/RJ) e Mestre em Comunicação e Cultura na linha Tecnologias da Comunicação e Estéticas da Imagem (ECO/UFRJ), publicou os livros: “Membranas de Luz: os tempos na imagem contemporânea (2011, Azougue Editorial), Imagens Posteriores (2012, Réptil Editora), Banco de Tempo (2014, em parceria com Isabel Löfgren, edição das autoras) e Mãe Preta (2018, Frida Projetos Culturais).
Entre 2005 e 2009, fez parte do coletivo Grupo DOC (Desordem Obsessiva Compulsiva). Participou de exposições coletivas e realizou exposições individuais na China, Itália, Brasil, Colômbia e Argentina. Em dupla com Isabel Löfgren desenvolveu as pesquisas de longa duração Banco de Tempo e Mãe Preta. Tem trabalhos em coleções privadas e acervos institucionais, como a Coleção Joaquim Paiva/MAM e Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro.
Ganhou vários prêmios entre eles, Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais (2016), Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger (BA, 2013), Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia (PA, 2012), Festival Fringe–Voies OFF (Rencontres Internationales de la Photographie de Arles, França, 2003) e Prêmio de melhor Portfolio no Encuentros de Fotografia de Buenos Aires 2002).

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: