Soraya Kolle

BRASIL

1963

A cenógrafa, artista plástica e arte educadora paulistana é graduada em Artes Visuais, pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e pós-graduada em História da Arte, Teoria e Crítica, pela Faculdade Paulista de Artes. Foi responsável por projetos de cenografia em emissoras de rede nacional estatal, como a TV Cultura, e privada, como o Sistema Brasileiro de Televisão - SBT, em renomados programas.
Desde 1994 atua autonomamente no desenvolvimento de projetos, criação e pinturas artísticas cenográficas. Dentre os trabalhos mais recentes estão projetos e execução cenográficas das óperas Elektra (2016), Fosca (2016), Os Pescadores de Pérolas (2017) e Turandot (2018), para o Theatro Municipal de São Paulo e pinturas artísticas para o Espaço Brincar do Serviço Social do Comércio - SESC Belém, também em São Paulo.
Como docente, ministra curso de pinturas especiais em equipamentos públicos e privados como o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - Senac Design de Interiores, em São Paulo. Em 2017, integrou a exposição Portraits na Fonderie Kugler, em Genebra, Suiça, como convidada, juntamente com outras artistas contemporâneas. A mostra contou com duas de suas obras, Lucy e Menina, e aconteceu no Consulado Geral do Brasil, em Genebra, entre agosto e setembro do mesmo ano. Em 2019 participou do Festival de Pintura Universidade Estadual Paulista - Unesp, na cidade de São Paulo.
O trabalho é um expressiva articulação a partir de sobras de materiais cenográficos deteriorados, que se tornaram disfuncionais: madeiras compensadas, tecidos, tintas variadas, cola, isopor, areia, cimento, ferro, pigmentos. O processo envolve o acúmulo e a reorganização buscando força e potência renovados, ganhando o campo do sentido. Esculturas, pinturas e assemblages renascem após 35 anos de sua vocação cenográfica.
O processo criativo, misto de curiosidade e especulação, é propulsão transformadora, tateando um universo de formas naturais tornadas formas imaginárias. É um gesto pulsional que impele uma relação estética na qual convivem matizes, texturas, luzes e volumes.

Batato

Batato

Óleo sobre tela 1989

Nua

Nua

Óleo sobre Tela 1988

AUTORRETRATO

AUTORRETRATO

Giz e pastel sobre papel 1980

Gustavo Marrone en su atelier

Gustavo Marrone en su atelier

Óleo sobre tela 1988

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

El psicoanálisis con rabia roía el cráneo por dentro y por fuera

Técnica mista sobre tela 2018

LINKS ÚTEIS:

Fonte: