• Equipe Artistas Latinas

Natureza urbana: conheça Thaís Monteiro, fotógrafa analógica que registra as paisagens cariocas


Moradora do Méier, Zona Norte Carioca, Thaís Monteiro tem dedicado sua produção em registrar, através de câmeras analógicas, as paisagens urbanas da cidade do Rio de Janeiro.

Thaís sempre gostou muito de arte em suas variadas formas: visuais, música, teatro, etc. A vontade de registrar diversos cenários a acompanha desde sempre, mas só teve a oportunidade de ter contato com uma câmera fotográfica profissional na faculdade de Comunicação Social e foi lá que aprendeu boa parte da teoria, mas a prática veio com muita persistência, até conseguir ter sua própria câmera, em 2014.

Antes deste fato tão importante em sua vida, houve outro, que, na época, não foi possível levar adiante: seu primeiro contato com fotografia analógica após de ter compreendido o tamanho do seu amor pelas câmeras e pelo ato de congelar momentos, sentimentos e cenas cotidianas. Foi num workshop de Lomografia, que fez durante o período em que cursava Comunicação, que essa paixão se aflorou. Daí veio a compra da primeira câmera analógica e desde então não parou mais.

Naquele momento não era possível fotografar com filme com a frequência que gostaria, mas essa chama analógica nunca se apagou. Enquanto isso, durante a rotina de trabalho (por sorte, também com arte, na produção do Imperator, importante centro cultural localizado no Méier), sempre conciliava seu trabalho de produtora com o de fotógrafa, principalmente registrando algo que tanto ama: espetáculos. Além disso, sempre com alguma câmera em mãos, já que a cidade onde vive permite infinitas possibilidades fotográficas.


Com a pandemia, viu sua vida virar de ponta cabeça e mudanças bruscas num estalar de dedos. Foi nesse momento que chama da fotografia analógica recebeu aquele combustível que estava faltando e vieram diversas experimentações, sejam elas com filme 35mm vencido, com filme 120, com diferentes formatos etc. Hoje, pra ela, os processos digitais e analógicos caminham de mãos dadas – mas o carinho maior é pelo filme.

Por alguma razão, seja ela sorte ou destino, apesar da pandemia, ela consegue registrar os espetáculos que tanto gosta, agora em formato de live. Em meio a um trabalho ou outro, consegue fotografar paisagens, lugares históricos do Rio e também consegue fazer trabalhos com fotografia analógica e segue testando novas câmeras, novos filmes e quaisquer possibilidades que surgirem.


Conheça mais seu trabalho no Instagram em @thaclicando

As obras da artista estão a venda e podem ser adquiridas através do telefone 21 98262-3194 ou do e-mail thaismonteiros@yahoo.com.br




109 visualizações0 comentário